domingo, setembro 20, 2009

CERTEZAS


Não quero alguém que morra de amor por mim… Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando. Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade. Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim… Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível… E que esse momento será inesquecível.. Só quero que meu sentimento seja valorizado. Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre… E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor. Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém… e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto. Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho… Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento… e não brinque com ele. E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo. Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe… Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz. Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia, e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos, talvez obterei êxito e serei plenamente feliz. Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas… Que a esperança nunca me pareça um “não” que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como “sim”. Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim, sem ter de me preocupar com terceiros… Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento. Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão… Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim… e que valeu a pena. - Mário Quintana-

quinta-feira, abril 02, 2009

Caminho....

Sei que na minha caminhada tem um destino e uma direção, por isso devo medir meus passos, prestar atenção no que faço e no que fazem os que por mim também passam ou pelos quais passo eu...
Que eu não me iluda com o ânimo e o vigor dos primeiros trechos, porque chegará o dia em que os pés não terão tanta força e se ferirão no caminho e se cansarão mais cedo...
Todavia, quando o cansaço houver, que eu não me desespere e acredite que ainda terei forças para continuar, principalmente quando houver quem me auxilie...
É oportuno que, em meus sorrisos, eu me lembre de que existem os que choram, que, assim, meu riso não ofenda a mágoa dos que sofrem: por outro lado, quando chegar a minha vez de chorar, que eu não me deixe dominar pela desesperança, mas que eu entenda o sentido do sofrimento, que me nivela, que me iguala, que torna todos os homens iguais...
Quando eu tiver tudo, farnel e coragem, água no cantil, e ânimo no coração, bota nos pés e chapéu na cabeça, e, assim, não temer o vento e o frio, a chuva e o tempo.
Que eu não me considere melhor do que aqueles que ficarão atrás, porque pode vir o dia em que nada terei mais para minha jornada e aqueles, que ultrapassei na caminhada, me alcançarão e também poderão fazer como eu fiz e nada de fato fazer por mim, que ficarei no caminho sem concluí-lo...
Quando o dia brilhar, que eu tenha vontade de ver a noite em que a caminhda será mais fácil e mais amena; quando for noite, porém e a escuridão tornar mais difícil a chegada, que eu saiba esperar o dia como aurora, o calor como bênção...
Que eu perceba que a caminhada sozinho pode ser mais rápida, mas muito mais vazia...
Quando eu tiver sede, que encontre a fonte no caminho, quando eu me perder, que ache a indicação, a seta, a direção...
Que eu não siga os que desviam, mas que ninguém se desvie seguindo os meus passos...
Que a pressa em chegar não me afaste da alegria de ver as flores simples que estão a beira da estrada, que eu não pertube a caminhada de ninguém, que eu entenda que seguir faz bem, mas que, às vezes, é preciso ter-se a bravura de voltar atrás e recomeçar e tomar outra direção...
Que eu não caminhe sem rumo, que eu não me perca nas encruzilhadas, mas que eu não tema os que assaltam-me, os que embuçam, mas que eu vá onde devo ir e, se eu cair no meio do caminho, que fique a lembrança de minha queda para impedir que outros caiam no mesmo abismo...
Que eu chegue, sim, mas, ainda mais importante, que eu faça chegar quem me perguntar, quem me pedir conselho, e acima de tudo, me seguir, confiando em mim.
*Desconheço o autor

quarta-feira, março 11, 2009

11/03 - PARABÉNS PRA MIM!!!



Nasci um dia desses e hj faço 33 anos.Como dizem... a idade de Cristo.

Estou numa cidade onde não conheço nada e nem ninguém...

Ao acordar senti falta do beijo de feliz aniversário de minha mãe, do abraço do meu pai, das lambidas da Meguinha... das inúmeras ligações dos meus amigos (já que eu estou em outro Estado, interurbano fica mais caro), do beijo, do abraço, do dengo do meu amor - Marcelo... já que esse seria o "nosso meu" primeiro aniversario, do bolo que sempre se sabe que não é surpresa, mas que fazem de tal forma que surpreende do meu antigo trabalho... de reunir essa gente toda pra cantar parabéns pra mim...

Nunca pensei que fosse sentir falta disso...

Olhar pra um lado, pra outro e não ver ninguém... não ter ninguém.

Mas mesmo assim fiz um bolo, não igual ao que ganho da minha mãe e feito por ela, e trouxe para uns poucos que almoço diariamente.... foi a maneira que encontrei de dividir meu dia.

Ainda bem que existe orkut ( que nunca deixa de lembrar aqueles que estão na sua lista do seu dia), e-mail, msn via celular (Mel, obrigada).

Ah! me dei de presente um notbook..rs

Espero que ano que vem seja muito diferente....

quinta-feira, fevereiro 19, 2009

domingo, fevereiro 01, 2009

Fotógrafo...



Fotógrafo não fala - informa
Fotógrafo não vai a festas – faz cobertura
Fotógrafo não acha - tem opinião
Fotógrafo não fofoca – transmite informações inúteis
Fotógrafo não pára - pausa
Fotógrafo não mente - equivoca-se
Fotógrafo não chora - se emociona
Fotógrafo não some - trabalha em off
Fotógrafo não lê - busca informação
Fotógrafo não traz novidade - dá furo de reportagem
Fotógrafo não tem problema - tem situação
Fotógrafo não tem muitos amigos - tem muitos contatos
Fotógrafo não briga - debate
Fotógrafo não usa carro - mas sim veículo
Fotógrafo não passeia - viaja a trabalho
Fotógrafo não conversa - entrevista
Fotógrafo não faz lanche - almoça em horário incomum
Fotógrafo não é chato - é crítico
Fotógrafo não tem olheiras - tem marcas de guerra
Fotógrafo não se confunde - perde a pauta
Fotógrafo não esquece de assinar - é anônimo
Fotógrafo não se acha - ele já é reconhecido
Fotógrafo não influencia - forma opinião.

quarta-feira, janeiro 28, 2009

VAI

Espera aí!
Nem vem com essa história
Eu nem quero ouvir
Não dá pra te esquecer agora
Como assim?
'Cê disse que me amava tanto ontem
Eu juro que ouvi
Calma aí!
Que diabo você tá dizendo agora?
Que onda é essa de outro lance pra viver?
Você nem pode tá falando sério...
Vivi pra você
Morri pra você
Pois então vai!
A porta esteve aberta o tempo todo
Sai!
Quem tá lhe segurando?
Você sabe voar
Pois então vai!
A porta na verdade nem existe
Sai!
O que está esperando?
Você sabe voar
Então tá bom!
É, senta e conta logo tudo devagar
Não minta, não me faça, suportar
Você caindo nesse abismo enorme
Tão fora de mim
Tá legal!
É, e eu faço o quê com a nossa vida genial?
'Cê vai viver pra outra vida e eu fico aqui
Na vida que ficou em minha vida
Tão perto de mim
Tão longe de mim
(Pois então) vai!
A porta esteve aberta o tempo todo
Sai!
Quem tá lhe segurando?
Você sabe voar
(Vai - Ana carolina)
(Pois então) vai!
A porta na verdade nem existe
Sai!
O que está esperando?
Você sabe voar
Uhuu, de volta pra mim
De volta pra mim...

terça-feira, janeiro 27, 2009

Ganhei essa msn da minha amiga Vivian. Resolvi dividi-la com vcs.

domingo, janeiro 25, 2009

MUDANÇA

Hoje eu vou mudar
Vasculhar minhas gavetas
Jogar fora sentimentos
E ressentimentos tolos...
Fazer limpeza no armário
Retirar traças e teias
E angústias da minha mente
Parar de sofrer
Por coisas tão pequeninas
Deixar de ser menina
Prá ser mulher...
Hoje eu vou mudar
Por na balança a coragem
Me entregar no que acredito
Prá ser o que sou sem medo
Dançar e cantar por hábito
E não ter cantos escuros
Prá guardar os meus segredos
Parar de dizer:"Não tenho tempo prá vida"
Que grita dentro de mim
Me libertar!...
"-Hoje eu vou mudar
Sair de dentro de mim
Não usar somente o coração
Parar de contar os fracassos
Soltar os laços
E prender as amarras da razão
Voar livre
Com todos os meus defeitos
Prá que eu possa libertar
Os meus direitos
E não cobrar dessa vida
Nem rumos e nem decisões
Hoje eu preciso e vou mudar
Dividir no tempo
E somar no vento
Todas as coisas
Que um dia sonhei conquistar
Porque sou mulher
Como qualquer uma
Com dúvidas e soluções
Com erros e acertos
Amores e desamores
Suave como a gaivota
E ferina como a leoa
Tranqüila e pacificadora
Mas ao mesmo tempo
Irreverente e revolucionária
Feliz e infeliz
Realista e sonhadora
Submissa por condição
Mas independente por opinião
Porque sou mulher
Com todas as incoerências
Que fazem de nós
O forte sexo fraco
Eu preciso mudar!
Eu preciso!
Eu preciso mudar!
(Mudança - Vanusa)

quarta-feira, janeiro 14, 2009

domingo, janeiro 11, 2009

FELIZ 2009!!!

*Foto: Danielle Christine


"Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial: Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão... Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos... Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante tudo vai ser diferente."